segunda-feira, 18 de fevereiro de 2008

1ª Reunião de Intercessão em Monte Mor 02Mar08

Finalmente! No Domingo, 02 de Março de 2008, acontece nossa primeira reunião em Monte Mor. Estou muito feliz!

Estou avisando por SMS a todos da comunidade Uniavivamento. Preciso de sua confirmação! Confirme através de:


Faça isso sem falta ainda essa semana! Em MM decidiremos muitas coisas e oraremos ao Pai das Luzes! Isso é que é "brainstorming", na Sala do Trono ! A lousa branca de nossas mentes receberá insights do Deus Criador!


Se você não vai, pode orar por nós! Dedique o dia 02/03/08 a orar por universitários em sua comunidade local, ok?

sábado, 16 de fevereiro de 2008

Vídeo da Música "Shenandoah"


Colo aqui o link da música "Shenandoah", do grupo Celtic Woman. O clima medieval concede aos vídeos uma atmosfera de reverência, sonho e corte! Retenha o que for bom!



palavras chave: Celtic woman - Shenandoah
A ilustração só ficará completa assistindo ao vídeo seguinte:

palavras chave: Celtic woman - The pacific slope


O Link abaixo é do mesmo show, e a alegria é contagiante! Viva a dança! Que ela exalte a Jesus!


palavras chave: Celtic Woman

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2008

Os dois movimentos do Avivamento




À semelhança da música celta Shenandoah, o avivamento começa com arrependimento e confissão; é uma música que ordena o coração e pōe as coisas em ordem.

Reforma:
Esse é o primeiro movimento do avivamento, e não pode ser pulado para o seguinte. É o deserto ambulante, João Batista, que questiona a dependência do sistema (seja comercial ou religioso) e conclama a todos para o arrependimento. Isso é importante para nós, porquê a responsabilidade pela indiferença das pessoas ao evangelho é primeiramente nossa. Deus quer tratar conosco, e ganhar nossos afetos, nossa paixão, nosso empenho; em suma: nosso coração. O novo entusiasmo é precedido por uma nova mentalidade.

Dança:
O segundo movimento é de alegria, que cresce exponencialmente e torna-se incontida. Ela não é sedutora e irresistivel como os ritmos latinos; antes, como a música celta, tem o poder do convite. Nos sentimos atraídos e consentimos em ser envolvidos pela música, que explica tudo, dá asas a nossos pés e otimiza nosso testemunho. O avivamento tocará as multidōes como música, e não argumento. A música quando nos toca, faz nossos dedos tamborilarem e nossos pés acompanharem o compasso. E essa cadência, tornada penetrante pelo Espirito Santo, incendiará os corações e tal qual as ondas de um lago, rebaterá de volta, vocalizada em forma de louvor e oração.

"Vê o louvor, ainda que futuro, que qual chama alta faz o ar crepitar?

São aleluias ou hurras, não se pode dizer

Mas bradam ao Rei e saúdam felizes o seu retorno".

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2008

A primeira carga da brigada ligeira


Subi a plataforma, e ao ministrar a palavra, fui tomado pelos sonhos do Espírito Santo. Não palestrei; delirei em amor à causa e em santo resgate do perdido.

Ao final da mensagem, comento sobre minha missão:

  • Levantar intercessores em todos os estados brasileiros, que peçam a Deus um avivamento nas universidades do Brasil!

  • Fortalecer a fé dos universitários cristãos a fim de que fluam em entusiasmo e corajoso testemunho!
Nobre, reverente e cheio de carisma, o Pr. Silvio Simioni me abraça ao final da mensagem, mantém-me ao seu lado no púlpito e mostra-me o que anotou, minutos antes, por direção de Deus, na capa de sua bíblia:

"Orar pelos estudantes!"

O povo de Deus se levanta, e o som de suas armaduras é percebido por meus ouvidos espirituais. Mesmo com os olhos fechados volto meu rosto ao céu, e tudo é clangor, clarão e movimento. Como uma foto do Hubble, vejo o Brasil a partir do cosmos, como Jesus o enxerga. Liberados pela oração, anjos de Deus varrem o país: cada campus, república, salão de baile, templo, biblioteca, bloco de carnaval, motel ou pousada são visitados em um átimo! Eventos soberanos de Deus interrompem o curso natural e previsto da vida de milhões de estudantes do Brasil!

A primeira oração que faço coletivamente em uma congregação! É a primeira carga da brigada ligeira. O som, como o rugir do oceano, oriundo das centenas de vozes dos santos, embalarão meu sono e minha esperança por muitas noites!

Jesus é o máximo!

sábado, 2 de fevereiro de 2008

Jesus Inside


Ja se sentiu enfastiado com a religião? há algo no "cristo" que as religiões apresentam que não bate com a verdade. É como se fosse uma piintura de Van Gogh com as cores erradas! Cadê o brilho, a explosão cromática, que eriça a pele e inebria os sentidos? O que aquela santa euforia, uma espécie de terrorismo fanático às avessas que tomou o mundo lá pelo primeiro século tem a ver com o evangelho de hoje? Onde está o entusiasmo da boa nova, aquela jovialidade e espiritualidade profunda, reverente, alegre e ingênua que víamos nos primeiros cristãos(e que percebíamos no Jesus People, como na foto ao lado)? a imagem de Cristo que hoje apresentamos está coberta por camadas de verniz religioso e envelhecido.

Avivamento que revigora a religião não nos interessa! Tenho bronca da história e da religião, porque sujaram a água que eu quero tanto beber!

Fé militante! Vida real, em 3 dimensões, que ocupe um espaço no mundo; Queremos ver Jesus andando sobre a Terra através de nós!

No grego bíblico, a palavra hetoimazo descreve o tipo de preparação de mente que antecede um avivamento. Mudança de mente na biblia, significa uma mudança paradigmática profunda, onde nossa cosmovisão é transformada e alinhada com a palavra e a pessoa de Deus!

Sem reforma (da mente, onde todas as estruturas sociais e religiosas se originam) não há avivamento!

Precisamos que nossas mentes sejam alargadas, e que nossas idéias religiosas sejam demolidas! Vinho novo, odres novos! Nova unção, nova mentalidade!

Seja o que for que Deus fará nas universidades, não será nos moldes religiosos de agora. Deixemos a religião para os religiosos... Queremos Jesus Inside, um estilo de vida que oblitera o pecado, energiza o amor e contagia as idéias...

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2008

Para que haja impacto, tem que haver contato!




A voz do ancião sobrepujava o ruído da festa ao fundo. Sua pele esbranquiçada pela quimioterapia lhe tornava parecido com Gandalf, o branco. Me sentia como Frodo aos pés do seu mentor.


A luta contra a doença só fez aumentar o seu peso pelos perdidos, e num sussuro que fez reverberar meu espírito ouvi sua afirmação:


Para que haja impacto, tem que haver contato!


Precisamos de 3 contatos:




  1. Contato com Deus, que nos comunique o valor que Ele dá ao perdido. Saber quanto custou alcançar o perdido nos fará ver o mundo de outro modo. Não alcançamos o mundo porque o peso do coração de Deus ainda não nos alcançou.


  2. Contato com os irmãos, pois a comunhão renova nossas forças, bane as trevas da depressão e nos põe em sintonia com o povo de Jesus.


  3. Contato com o perdido, o que evita que nos esqueçamos de nossa missão. Um contato real, olhos nos olhos, sem julgamento; onde ouvimos mais do que falamos e somos capazes de perceber um vislumbre da imagem de Deus, esmaecida, mas residual, na face de quem não anda com Deus.