segunda-feira, 31 de março de 2008

DCR - Demanda de Comunhão Reprimida


Você sente fraqueza e desânimo, principalmente para fazer o bem, adorar a Deus ou ler textos espirituais? seu coração não se acelera nem se comove quando cruza com alguém que não anda com Jesus? seus olhos estão secos mesmo diante da visão dos perdidos que abarrotam as universidades? o mistério sublime que surge ora no rosto dos bebês, ora nas tempestades que fazem trepidar as cidades, já não provoca em você nenhum espanto e lembrança de Deus?
Solidão, depressão, pouca resistência ao pecado e irritação completam o quadro?

A psicogênese de sua doença, a origem de tudo, é a DCR:

DEMANDA DE COMUNHÃO REPRIMIDA

Sofro disso às vezes, e eis o tratamento:

Passe Tempo Com Jesus

Marque um tempo de oração e fique firme até encontrar com Deus! Os primeiros minutos serão secos como o pó, mas persevere e vença essa barreira dos 20! Não desanime!

Trate De Assuntos Verdadeiros E Francos Em Oração

Não esconda nada, nenhuma inquietação! Deus ama a verdade no íntimo, mesmo quando ela é degradante para nós e parece até blasfema quando citada a Ele.

Diga A Jesus Todas As Suas Tentações, Dúvidas E Desapontamentos

Não tenha pena de Jesus, Ele aguenta te ouvir. Nenhum amigo humano é como Ele. Não há nada que digamos capaz de desapontá-lo, e algo tratado com Ele põe o céu inteiro a seu serviço.

Reparta Com Ele O Que Te Interessa

Viu um filme interessante? conte a Ele. Está lendo algo bom? grife e leia pra Ele. É como nos relacionamentos entre as pessoas: compartilhamos interesses comuns.

Deixe Deus Ter Vitória Em Seu Coração

Haverá uma sensação triunfal de encontro, perceptível na hora ou algum tempo depois desse momento de intimidade. Uma espécie de saciedade, de comunhão satisfeita. Não preocupe-se tanto em entender, mas em desfrutar o momento e adorar a Deus com todo seu afeto.

Quer livrar-se da DCR? comece agora!

sexta-feira, 28 de março de 2008

Reunião do UniAvivamento: 13 de Abril de 2008


A reunião do UniAvivamento ocorrerá dia 13 de Abril de 2008, um domingo, na FCG-Faculdade de Ciências Gerenciais de Jundiaí, SP. Atentem para o endereço:

Avenida Jundiaí, 1465 - Jardim Ana Maria
Jundiaí / SP - Fone: (11) 4522-2212

Horário de início: 9h00
Horário de término: até às 15h00

Agradecemos ao Prof. Dr. José Carlos Marion por gentilmente nos ceder o espaço.

Confirme sua presença, através de:
- comentário nesse post.
- email para eliasafassis@hotmail.com
- torpedo sms para 011 8736-6201

"Deus tem interesse vital em que as pessoas orem. Sim, porque elas melhoram quando oram, e o mundo também melhora em virtude da oração. Deus realiza sua melhor obra em favor do mundo através da oração". E.M.Bounds

quarta-feira, 12 de março de 2008

À medida que Tu abres os meus olhos às obras de Tuas mãos

Queridos, aqui é a Jú e gostaria de compartilhar com vc´s uma letra de musica com a qual Deus está me falando muito forte hoje no tocante ao trabalho com universitários.

Oceanos Se Partirão - Oceans Will Part
(Hillsong)

Se o meu coração tem se tornado frio
É lá que o Teu amor irá se revelar
À medida que Tu abres os meus olhos às obras de Tuas mãos

Quando eu não consigo enxergar o meu caminho
É lá que o Teu Espírito irá orar
À medida que Tu abres os meus olhos às obras de Tuas mãos
À medida que Tu abres os meus olhos às obras de Tuas mãos

Oceanos partirão
Nações virão
Ao sussurro de Teu chamado
A esperança se erguerá
A glória será mostrada
Na minha vida, que a Tua vontade seja feita

Este sofrido presente há de passar
Senhor, Tua misericórdia irá perdurar
À medida que Tu abres os meus olhos às obras de Tuas mãos

E o meu coração encontrará louvor
Eu me deleitarei na tua vontade
À medida que Tu abres os meus olhos às obras de Tuas mãos
À medida que Tu abres os meus olhos às obras de Tuas mãos

À medida que Tu abres os meus olhos às obras de Tuas mãos
Jesus, abre os meus olhos às obras de Tuas mãos

Vídeo no Utube -> http://www.youtube.com/watch?v=eqzQ2FYqXnY

E deixo com vcs um texto!

'Por isso não desanimamos. Embora exteriormente estejamos a desgastar-nos, interiormente estamos sendo renovados dia após dia, pois os nossos sofrimentos leves e momentâneos estão produzindo para nós uma glória eterna que pesa MAIS DO QUE TODOS ELES. Assim, fixamos os olhos , não naquilo que se vê, mas no que não se vê, pois o que se vê é transitório, mas o que não se vê é ETERNO' II Co 4: 16-18 (NVI)

E prossigamos para o alvo da soberana vocação em Cristo Jesus, o nosso Senhor e Salvador; aquele que morreu pelos universitários pelos quais clamamos. Oceanos se partirão, milagres acontecerão à medida que enxergarmos o mover do nosso Deus nas universidades e com ele nós cooperarmos pela graça presente em nós e através de nós.

Ó, Senhor, abre os nossos olhos para enxergarmos as verdades do teu reino, para enxergarmos o teu reino sendo estabelecido cada dia mais em nosso meio, abre, portanto, os nossos olhos para que cooperemos contigo, queremos servir àqueles a quem serviste desde antes da fundação do mundo por meio do Cordeiro entregue pela humanidade. Nós te amamos e leva-nos a rechaçar tudo aquilo que é transitório; queremos o que é ETERNO para ligar aqui na Terra o que já está ligado no Céu de eternidade em eternidade. Em Nome de Jesus, nosso amado messias. Amém.

sábado, 8 de março de 2008

A grande Surpresa!!!!!!

Hoje, vemos uma infinidade de Promessas avivalisticas, formulas, regras, ideias, excelentes estratégias, quase guias para se conquistar e chegar a um grande"mover" de Deus. Faça isso, faça assado, ligue e chame a, b, ou c, para estarem em nossas reuniões e por ai vai.
Fico sorrindo por dentro. Faço isso pois sei que aquilo que Deus tem preparado para estes dias não poderá ser copiado, contido nem gerenciado por ninguém. E quanto mais tentarei explicar ou conduzir os propósitos de Deus, mais perdido ficará os homens nestas tão pateticas tentativas.
A obra de Deus e muito mais que um ministério, não tem haver com instituições e organizações, mas tem haver com sua propria Glória.
A Obra de Deus é sua propria natureza, e seu anseio e desejo que tem atravessado todas as eras, impérios, reinos e se apresenta a nós neste tempo que creio eu concluirá todos os tempos, clamando por homens e mulheres que desistam de construir qualquer coisa para si mesmo, e colaborem com este grande empreendimento divino que existe antes que os tempos fossem criados.
Diante de tamanha grandiosidade, entendo que nosso papel hoje e clamarmos e orarmos como nunca, entrarmos no conselho do Senhor( Jeremias 23), para que nossa presunção não nos faça, perder o inesperado de Deus. Ouvir e obedecer e melhor do que fazer, precisamos entender isto. Aque les que não entenderem isso ficarão de fora.
Mesmo que estejamos vigilantes e prontos em oração, ainda quero me surpreender, e sei que o Soberanos é especialista em deslumbramos com seu poder. Estamos crendo em algo tremendo nas universidades de nossa Terra, e por mais que sonhemos, ficaremos estupefados. E que assim seja.

Quero Ver Batismos No Espelho d'água Do Campus


Quero ouvir orações em línguas estranhas no auditório da universidade! Ver braços tatuados consagrados à serviço de Deus e sua glória! Garotas, clubber ou street, santificadas em adoração ao mais magnético de todos os mestres! Saber de curas e epifanias que tenham como cenários o transporte escolar, o boteco em frente ao campus, a cantina, os corredores dos blocos e os laboratórios. Ah, minhas lágrimas me batizam, quando imagino batismos na universidade! muitas tem um lago ou espelho d'água, a logística batismal está pronta!
Meu coração desmancha com a grande expectativa por resultados extraordinários!E eu me ofereço para sofrer ou fazer qualquer coisa por eventos assim que dêem glória a Deus e sublinhem sua sabedoria e excelência estética! O evangelho é uma história cheia de humanidade, relevância, contextualização, drama, suspense, romance, beleza e doçura. Tem aquela atratividade de uma boa narrativa, a Radical Novidade do Novo!

"Mestre, com que graça ajeita os cabelos que lhe caem na testa enquanto narra suas explicações tão vivas...
Suas mãos acompanham seu raciocínio e coordenam o Staccato com que a sinfonia de sua fala doce e vibrante é conduzida.
Professor, de onde vens, parecendo encarnar todos os filmes de professores fascinantes já produzidos?
Quem embalaria suas palavras com tanta doçura e seu pensamento com tanta clareza?
Eu entendo tudo o que falas, e parece me conhecer tão bem...
A esperança emana de seus olhos; posso voar quando me avalias...
Estás formando minha mente, e tecendo minha vocação. És meu Mestre e Professor, e me educa para a eternidade.
O Campus é teu! É uma honra tê-lo em nossos corredores! põe fogo em nosso peito, açucar em nossos pensamentos e bane o nosso sono!"

Atitudes Diferentes Para Resultados Extraordinários!



Tem tanta gente desesperada a nossa volta... se praticarmos a pessoalidade, ouvindo, consolando, servindo ou sorrindo, já estamos evangelizando.
Temos que parar de fazer as mesmas coisas e esperar resultados diferentes! Abandone velhos hábitos (pensamentos impuros, mundanismo, ira, reações negativas, má administração do tempo, mesma rotina de espiritualidade infértil) e troque-os por hábitos melhores. Sabe aquela satisfação por ter usado seu tempo e seu corpo da maneira certa? Esse é o momento! Dê a virada! Deixe o fogo do Espírito energizar seu psiquismo, e mude as estruturas de sua vida!

Novo entusiasmo, Nova mentalidade!

Como diria John Smith:

"Que Deus derrame abundantemente seu Espírito sobre nós! Resultados extraordinários não vem por vias comuns!".

O que é incomum pra vc? orar de madrugada? amar "agressiva e bestamente"? sofrer prejuízo e perdoar? Sorrir, mesmo que em penitência, no desejo sincero de abençoar outra pessoa? servir as pessoas? chorar? dançar enquanto louva e louvar enquanto realiza uma tarefa trivial e aborrecida? conversar com um budista e respeitosamente ouvir sobre Buda, enquanto o olhar de Jesus através do seu globo ocular banha o interlocutor? Estou cansado de fazer as mesmas coisas, as mesmas ações religiosas e obter resultados sofríveis. E você?

Faça algo diferente e oportunize Resultados Extraordinários! Deus ama a criatividade!
Como continua John Smith:

"Queremos ter um desejo santo, um esforço consagrado, um anseio e uma sede dedicados a Deus, e tudo isso de forma constante".

What did you learn in school today


What did you learn in school today, dear little boy of mine?
What did you learn in school today, dear little boy of mine?
I learned that Washington never told a lie,
I learned that soldiers seldom die,
I learned that everybody’s free,
And that’s what the teacher said to me.
That’s what I learned in school today,
That’s what I learned in school.
I learned that policemen are my friends,
I learned that justice never ends,
I learned that murderers die for their crimes
Even if we make a mistake sometimes.
I learned our government must be strong,
It’s always right and never wrong
Our leaders are the finest men
And we elect them again and again.
I learned that war is not so bad,
I learned about the great ones we have had,
We’ve fought in Germany and in France,
And someday I may get my chance.
That’s what I learned in school today,
That’s what I learned in school.**

* * Tom Paxton, cantado por Pete Seeger.

Com uma ou outra diferença, esta bem pode ser a canção que milhões de meninos de diferentes partes do mundo poderão cantar se lhes perguntarmos o que aprenderam hoje na escola.
Mas, se nossa curiosidade cresce e passamos a perguntar aos jovens o que aprenderam hoje na Universidade, sua resposta não será em nada dramaticamente inferior à do menino da canção de Tom Paxton. Poderão dizer, entre outras coisas:
Aprendemos hoje na Universidade que a objetividade da ciência implica na
neutralidade do cientista; aprendemos hoje que o saber é puro, universal e
incondicionado e que a Universidade é a Sede deste saber.
Aprendemos hoje, ainda quando não verbalizadamente, que o mundo se divide entre os que sabem e os que não sabem – isto é, os que trabalham – e a Universidade é a Casa dos primeiros.
Aprendemos hoje que a Universidade, enquanto Templo de um. Saber casto, tem de pairar acima das terrestres preocupações como, por exemplo, a da libertação dos homens.
Aprendemos hoje que a realidade é um fato dado; que ela é o que é e que nossa imparcialidade científica nos permite apenas descrevê-la como é. Por isto mesmo, para descrevê-la como é, não temos de indagar as razões maiores que a explicam como é. Se, pelo contrário, procuramos denunciá-la como está sendo para anunciar uma nova forma de ser, aprendemos hoje na Universidade que já não seremos cientistas, mas ideólogos...
Aprendemos hoje que o desenvolvimento econômico é um problema puramente técnico; que os povos subdesenvolvidos são incapazes – às vezes, por mestiçagem, às vezes, por questão de clima, às vezes, por natureza.
Fomos informados hoje de que os negros aprendem menos que os brancos porque são geneticamente inferiores, mesmo que revelem certas indiscutíveis capacidades, como, por exemplo, a de correr, a de usar as mãos, a de resistir fisicamente a trabalhos mais pesados.

Paulo Freire
Ação cultural para a liberdade


Minha pergunta é: O que aprendemos hoje nas universidades?

Aprendemos que o evangelho é uma mentira.

Aprendemos que não há verdades absolutas.

Aprendemos que ....

quarta-feira, 5 de março de 2008

Relatório da reunião de 02 de Março



Uma cidade: Monte Mor, um dia: 02 de março, um motivo: jovens universitários (e afins) com sede de Deus. Precisa mais que isso? Não, não mesmo. Sabemos que nem todos que queriam puderam estar lá, mas estes estavam unidos conosco num mesmo coração. Na casa da Rosana, onde ocorreu a reunião, éramos em 15 representando 7 cidades diferentes. E, embora, com rotinas distintas, todos com um mesmo desejo ardendo no coração: que essa geração seja tocada por Deus, que os universitários sejam alcançados por Ele.
Num primeiro momento nos apresentamos e falamos o que estava em nosso coração: uma grande expectativa pelo que Deus pode fazer dentro das universidades.


A humanidade parece encontrar-se em sua fase "adolescente", isto é, momento de querer tornar-se independente e rebelar-se contra suas raízes, assim ignorando e contradizendo a existência de Deus. Com base em teorias da biologia, física, psicologia e outras mais, o homem tenta desligar sua gênese da pessoa de Deus. E sendo a universidade desde seu início o lugar das idéias, tem se tornado um lugar sem Deus e de grande espaço para propagação do ateísmo.
Neste contexto, nosso incomodo e insatisfação cresce a cada dia. Sabemos que muitos jovens têm tido seus espíritos mortos ou sedados por mentiras que são diariamente propagadas em seus cursos de graduação. Vendidos como máximas da verdade, pensamentos humanistas têm afastado nossa geração da Verdade. Sentimo-nos assim, chamados por Deus para sermos a contra-maré, proclamadores da Sua Palavra. Apenas a Verdade, que é uma pessoa, que é sua Palavra, que é o Evangelho poderá mudar esta situação. Por isso nos reunimos, por isso oramos e por isso esperamos: para que Deus mude a sorte desta geração.


Tendo conversado estas coisas e compartilhado outras mais, no período da tarde ( a reunião teve início pela manhã) oramos e clamamos à Deus neste sentido. A presença de Jesus nos traz novo ânimo para continuarmos a orar. Pontuamos então alguns motivos de oração:
1. Movimentos cristãos estudantis (ABU, Cruzada Estudantil , MPC, Passion, One Way, o trabalho na UNIMEP: A+, Professora Carmem (São Paulo) e o Prof. Juarez (que tem um trabalho em prol da família na UEL).
2.Canais de Comunicação do movimento (blog, mídias, revista...).
3.Despertamento da igreja quanto aos perigos que acometem os jovens. Visitar e conscientizar as comunidades cristãs sobre os perigos e deveres do cristão no ambiente universitário.
4.Curso para preparar jovens cristãos para universidade.
5.Proteção das famílias das pessoas envolvidas em movimentos pelos estudantes.
Encerramos com muita fome e fomos almoçar, perto das 16h. O Beto, esposo da Rosana, gentilmente nos preparou um churrasco. Foi muito bom!

Já está marcada nossa próxima reunião: 13 de abril em Monte Mor.

Para aqueles que quiserem receber as falas detalhadas de cada um que esteve na reunião, encaminhe email pedindo (eliasafassis@hotmail.com ou re-rib@uol.com.br).
Abraços,
Renata Ribeiro

Educação óbvia


Escolhi a sombra desta árvore para
repousar do muito que farei,
enquanto esperarei por ti.
quem espera na pura espera
vive um tempo de espera vã.
Por isto, enquanto te espero
Trabalharei os campos e
Conversarei com os homens
Suarei meu corpo, que o sol queimará;
minhas mãos ficarão calejadas;
meus pés aprenderão o mistério dos caminhos;
meus ouvidos ouvirás mais;
meus olhos verás o que antes não viam,
enquanto esperarei por ti.
Não te esperarei na pura espera
porque o meu tempo de espera é um
tempo de que fazer.
desconfiarei daqueles que virão ouvir-me:
em voz baixa e precavidos:
É preciso agir
É preciso falar
É preciso andar
É preciso esperar, na forma em que esperas,
porque esses recusam a alegria de tua chegada.
desconfiarei também daqueles que virão dizer-me,
com palavras fáceis, que já chegaste,
porque esses, ao anunciar-te ingenuamente,
antes te denunciam.
Estarei preparando a tua chegada
como o jardineiro prepara o jardim
para a rosa que se abrira na primavera.
Paulo Freire (Genéve - março 1971)


Enquanto lia este poema algumas questões me vieram a mente:
- Por quem eu espero?

- O que eu espero?

- O que faço enquanto espero?