terça-feira, 27 de novembro de 2012

Deus e as empanadas


pela amiga Rosana Laus (http://passosdopai.blogspot.com.br/)

Como é bom ter um Deus que ouve as nossas orações e nos responde! 

Ontem, dia 25 de novembro, colocando algumas coisas pessoais na presença do Senhor, em oração, eu pedi uma direção do que fazer e Deus claramente começou a dizer...

“Continue a entregar as suas coisas a mim, continue a entregar TODAS as suas coisas a mim... Preciso da matéria-prima para fazer o melhor, preciso da quantia certa de cada coisa para poder fazer o que eu quero. Entregue com alegria a mim, os seus sonhos, as suas vontades, as suas razões, as suas emoções, os seus desejos, continue a me entregar todas as suas coisas para eu poder agir. Quanto mais eu tiver, mais eu farei.”

Ouvindo isso, comecei a entender melhor algumas coisas e me lembrei daquela frase de Martinho Lutero que diz: “Eu segurei muitas coisas em minhas mãos, e eu perdi tudo; mas tudo que eu coloquei nas mãos de Deus eu ainda possuo”.

Que grande verdade!

A entrega faz parte da vida com Deus. Sabemos como funciona a agricultura, sabemos que com uma semente, nasce uma planta, que dá frutos e dentro dos frutos, muitas outras sementes. Sabemos que é assim o Reino de Deus. (Marcos 4.28).

Sabemos que a vontade de Deus é boa, perfeita e agradável (Romanos 12.2) e é muito melhor que a nossa.
Como me alegrei com essa palavra! Entregar ao Senhor o meu pouco, para Ele transformar em muito. Entregar ao Senhor algumas coisas sem muito valor, para Ele transformar em uma coisa perfeita.

Meditando nessa palavra, me lembrei das empanadas que tinha feito. Peguei um pouco de farinha, manteiga, leite, sal, gema, azeite, açúcar. Misturei tudo, formou uma massa única. Amassei e amassei. Ela descansou um tempo. Depois, comecei a moldá-la, coloquei o recheio, moldei mais um pouco, coloquei para assar no forno quente e por lá ficou um tempo... até que saísse algo bom, perfeito e agradável. Algo totalmente diferente do que simplesmente farinha. Algo muito melhor do que seu começo. Rendeu 15 empanadas.

Entendi o processo de Deus! Entendi o que Deus estava me falando!

Entendi que transformação é: Ter as medidas certas, das coisas certas. Misturar. Moldar. Se submeter a algo maior. Ser algo novo.

Deus precisa das quantidades certas de todas as minhas coisas, para misturar, amassar, moldar, colocar no fogo para que a Sua vontade boa, perfeita e agradável passe a existir na minha vida, para que se torne algo real e muito melhor do que tenho hoje.

Poderia ficar horas comentando sobre os ingredientes, sobre cada processo, sobre o resultado final. Talvez isso fique para o meu livro rsrsrs. Mas sei que você é capaz de entender o que digo.

Se faltar uma coisa, não vai ficar perfeito ou não tão bom.

O que você ainda precisa entregar ao Senhor? O Quanto ainda precisa entregar? Já está sendo misturado? Amassado? Moldado? Já está passando pelo fogo? Logo logo verá o resultado perfeito! E vai se alegrar ao perceber que valeu a pena.

Entregue tudo! Mesmo que doa separar a gema da clara, mesmo que seja triste abandonar o pacote de farinha, mesmo que seja desconfortável misturar tantas coisas, mesmo que doa ser amassado, mesmo que perca sua forma original, mesmo que morra muitas coisas no fogo, mesmo que “demore”, mesmo assim, entregue. O resultado, a textura, o sabor, ficará MUITO melhor!


“Entrega o teu caminho ao SENHOR; confia nele, e o mais ele o fará”. Salmos 37:5

“Melhor é o fim das coisas do que o seu princípio” Eclesiastes 7.8

“Porque eu bem sei os pensamentos que tenho a vosso respeito, diz o SENHOR; pensamentos de paz, e não de mal, para vos dar o fim que esperais”. Jeremias 29.11

Deus abençoe vocês!